Saúde bucal: Quais os 4 principais tipos de dentes e suas funções

Saúde bucal: quais os 4 principais tipos de dentes e suas funções

Você conhece todos os dentes presentes na sua boca? Saiba que cada um deles tem sua própria função e são de extrema importância para a sua saúde bucal. Inclusive, cada um dos nossos 32 dentes tem nome e “emprego” específico. Cuidar da saúde bucal é essencial para todos, pois isso interfere diretamente no nosso bem-estar e bom funcionamento do nosso corpo. Saber o que cada um faz desde o momento que colocamos um alimento na boca até a hora que engolimos ajuda a melhorar este processo. A função principal dos dentes é alimentação, ou seja, cortar e mastigar os alimentos. Porém, eles também têm um papel importante no desenvolvimento da fala e da formação do nosso rosto, além  da estrutura mandibular.


Os dentes são diferentes nos carnívoros e nos herbívoros. O ser humano entra na classe dos onívoros, que comem plantas e carne, por isso há a diferenciação entre dentes planos e pontiagudos. 
Antes de conhecer os nomes e funções dos seus dentes, é importante saber qual a estrutura deles. A nossa anatomia consiste em coroa, que é a parte visível, a linha de junção, que faz o trabalho de separar a gengiva dos dentes e a raíz, que é a parte invisível dos dentes e os mantém fixados nos ossos. Os dentes começam a se formar muito antes de eles nascerem. O desenvolvimento deles se inicia no início do segundo trimestre da gestação, porém eles só se tornam visíveis a partir do quarto mês após o nascimento do bebê.


A coroa é a primeira parte dos dentes a se formarem, enquanto a raiz se desenvolve depois da coroa entrar em erupção.


A estrutura do dente é composta por polpa, que é o tecido central onde se encontram os vasos sanguíneos e o nervo, a dentina, que é a camada que contém túbulos ligados à polpa, o cemento, que é o tecido que cobre a raiz do dente e os ajuda a fixá-lo nos ossos e o esmalte, que é o tecido externo do dente e também a parte mais dura do nosso corpo. 
Conhecendo a estrutura, agora é hora de saber os nomes e funções de cada um deles. Veja abaixo:

 

Não deixe de ler o nosso último artigo sobre 8 motivos para se ter cuidado com os dentes durante a gravidez


Incisivos


Saúde bucal: Quais os 4 principais tipos de dentes e suas funções

Esses são os quatro dentes dianteiros, tanto na parte inferior quanto na superior. Os dois dentes da frente são chamados “arcos” e têm forma de cinzel. Além disso, eles têm contato com todo tipo de alimento que ingerimos. Esses dentes têm uma única raiz, uma borda afiada e sua principal função é cortar os alimentos. São os primeiros dentes a serem desenvolvidos de forma permanente. Os inferiores se desenvolvem entre os 6 e 7 anos e os superiores entre 7 e 8.

 

Caninos


Saúde bucal: Quais os 4 principais tipos de dentes e suas funções

Estão presentes em nossa boca quatro dentes caninos e eles ficam localizados ao lado dos dentes incisivos. São conhecidos também como “presas”, pois são semelhantes às presas de animais, além de serem os mais fortes da nossa arcada dentária. São dentes pontiagudos em formato de ponto e a sua principal função é rasgar os alimentos. Os superiores costumam ser bem desenvolvidos e surgem permanentemente entre os 11 e 12 anos, e os inferiores entre 9 e 10.

 

 Pré-molares (Bicúspides)

 

Saúde bucal: Quais os 4 principais tipos de dentes e suas funções


Estes dentes são localizados entre os caninos e molares de cada lado da nossa arcada dentária, totalizando oito dentes. Cada dente tem duas cúspides pontiagudas em uma superfície cortante e têm tamanhos diferentes. 
Sua principal função é triturar e esmagar os alimentos. Se desenvolvem na mesma época dos caninos. Tanto os superiores quanto os inferiores nascem permanentemente entre 10 e 12 anos. Sua raiz é composta por duas pontas.

 

Recomendado para você: Higiene bucal: quais são os tipos de fio dental e suas utilidades?


Molares

 

Saúde bucal: Quais os 4 principais tipos de dentes e suas funções

Nossos dentes molares também são dois de cada lado da boca, na parte inferior e superior, nas duas cavidades, totalizando oito molares. Possuem várias cúspides em sua superfície de mordida e são os últimos dentes a se desenvolverem permanentemente. São dentes grossos, lisos e quase sem ponta, cuja função é fazer a mastigação. Os primeiros molares nascem entre 6 e 13 anos e os segundos, últimos dentes da arcada, se desenvolvem permanentemente entre 17 e 21 anos. Sua raiz é composta por três pontas para que possa segurá-lo com mais firmeza. O segundo molar nasce e permanece, diferente dos outros que são substituídos na infância e adolescência.

 

E tem mais!


Há também os sisos, mas como eles não têm função biológica em nosso corpo, eles não são importantes e devem sumir com o passar dos anos de acordo com a Teoria da Evolução. Há pessoas que os retiram, pois nascem tortos e atrapalham a formação dos outros dentes. 
O ser humano possui duas dentições no decorrer de sua vida: temporária (de leite) e permanente. A primeira se forma entre os 4 meses e 6 anos, e a segunda entre 6 e 12 anos, com exceção do segundo molar. As crianças possuem 20 dentes temporários e os adultos, 32 dentes permanentes contando os sisos. O que é visível para o ser humano é apenas uma parte do dente, a parte invisível é maior e está dentro da gengiva, conectada ao osso.


É de extrema importância cuidar dos dentes desde a primeira dentição. Quando o paciente não faz a higienização correta de sua boca, alguns problemas podem surgir, prejudicando o bem-estar e causando dor. 
O principal problema que incomoda é a cárie, que ao chegar na polpa dos dentes, causa bastante dor e precisa de uma obturação para que seja resolvido. A cárie nada mais é do que ácidos produzidos por bactérias dentro da nossa boca. Uma correta higienização evita que as bactérias aumentem a produza mais ácido, consequentemente a cárie.

 

Por isso é importante manter a saúde bucal em dia e evitar estes problemas, que na maioria das vezes começam pequenos e se tornam graves. A escovação correta e o uso de fio dental e enxaguantes bucais ajuda na prevenção de placas e cáries. Gostou deste conteúdo? Em nosso site você pode conferir mais artigos relacionados à sua saúde bucal e dicas para cuidar melhor dos seus dentes.

 

Posts Relacionados

Piercing na língua: conheça 5 riscos para a sua sa... Está afim de deixar o seu sorriso mais estiloso? Descubra quais são os 5 riscos para a sua saúde bucal ao colocar um piercing na língua. O costume ...
8 especialidades odontológicas que a Rede Odonto t...   Confira quais são as 8 especialidades da odontologia mais procuradas e encontre todas aqui, na Rede Odonto.   Há mais de 20 anos a Re...
Qual tipo de restauração dental mais se encaixa no... Neste artigo vamos explicar os tipos de restauração dental e suas características em detalhes. Mas é importante saber que para responder a esta pergun...
Dia do dentista: 8 fatos que seu dentista gostaria... Sorria! Hoje é o dia do dentista. E como bom profissional que é, ele gostaria que você soubesse que ele pode desmascarar mentiras, cáries, doenças e m...

Deixe uma resposta