Raio x odontológico

Raio X odontológico: como funciona? quais são as principais funções?

Conhecido como um dos mais famosos exames, o raio X odontológico é extremamente necessário no mundo da odontologia para ajudar o dentista, em casos mais “complicados”, a ter um contexto geral da boca do paciente e, assim, definir sua estratégia de tratamento.

Continue lendo e entenda como funciona o raio X odontológico e quais são as principais funções!

 

COMO FUNCIONA O RAIO X ODONTOLÓGICO?

Primeiramente, é preciso entender que raio X é um exame que utiliza uma espécie de radiação para atravessar as estruturas, como órgãos e ossos, entrar em contato com uma chapa posicionada atrás do paciente e, assim, formar a imagem.

No caso do raio X odontológico, essa radiação é lançada na região da boca. E qual o objetivo disso? Auxiliar no planejamento e acompanhamento de tratamentos odontológicos, além de verificar a existência de tumores, inflamações e outros possíveis problemas.

 

QUAIS AS PRINCIPAIS FUNÇÕES DO RAIO X ODONTOLÓGICO?

Geralmente, os dentistas solicitam a realização desse exame em situações, como:

  • Avaliação ortodôntica geral e planejamento de aparelhos ortodônticos e alinhadores transparentes;⠀
  • Avaliação de lesões ósseas ou dentes que ainda não nasceram;⠀
  • Realização de implantes dentais;⠀
  • Planejamento de uma cirurgia ou como procedimento pré-operatório;⠀
  • Verificação de necessidade de extração de um dente (incluindo os dentes do siso);⠀
  • Estudo de fraturas em todas as partes da mandíbula;⠀
  • Análise de lesões na boca, maxilar ou mandíbula;⠀
  • Verificação de anomalias dentais, doenças, presença de cistos e tumores, dentre outros tratamentos.

 

Smiling young man standing in apparatus for jaw x-ray

PRINCIPAIS TIPOS DE RAIO X ODONTOLÓGICO

Radiografia periapical: 

Fornece visualização de detalhes de um ou mais dentes. É recomendada para avaliar as coroas e as raízes dos dentes, além de diagnosticar lesões periapicais e a presença de cáries;

 

Radiografia panorâmica: 

Possibilita ao dentista visualizar os dentes, as arcadas, a área nasal, os seios nasais e as articulações da mandíbula do paciente. É comum ser requisitada para pacientes que usam aparelho ortodôntico, por exemplo.

 

Radiografia oclusal: 

Serve para que o dentista tenha uma visão nítida e ampla do assoalho da boca do paciente. Geralmente, é indicada para verificar dentes extras ou retidos e também para controle de tratamento ortodôntico durante uma expansão rápida da arcada superior.

 

Radiografia interproximal: 

É utilizada para visualizar os dentes superiores e inferiores dos pacientes. A principal utilização desse exame é para pesquisar cáries nas faces interproximais.

Posts Relacionados

Saúde bucal: 6 problemas que afetam a sua gengiva ... Antes de falarmos sobre problemas, vamos lembrar alguns fatos importantes sobre saúde bucal. Saúde bucal importa. A boca nos conecta com outras part...
Arraiá bão é arraiá com a saúde bucal em dia: conf... Junho chegou e com ele uma das épocas mais esperadas - e deliciosas -  do ano. Certamente, você passou esperando pelo momento de curtir o clima de fes...
Xô dor! Como aliviar a dor de dente e quais as mel... Quem aí já sentiu dor de dente? Se você já passou por isso, sabe que ela é tão incômoda que te deixa desconcentrado até para a mais simples tarefa do ...
Entenda tudo sobre Odontopediatria! Vamos cuidar dos nossos pequenos? Primeiramente, antes de qualquer esclarecimento, é necessário o esclarecimento: O CUIDADO COM A SAÚDE BUCAL NÃO ...

Deixe uma resposta