Tártaro nos dentes: o que é e como tratar o problema?

Tártaro nos dentes: o que é e como tratar o problema?

 

De manchas amareladas a gengivite, descubra o que é tártaro nos dentes e como tratar o problema.

 

Você escova os seus dentes e usa o fio dental todos os dias? Isso pode até parecer pergunta de mãe, mas saiba que essas duas ações podem fazer a diferença na prevenção do tártaro.

 

Já imaginou o tanto de alimento que consumimos durante o dia? Imagina que o tanto de alimento é proporcional ao tanto de restos que ficam grudados nos seus dentes. E se você não possui uma boa higiene oral, é hora de ficar esperto com as consequências.

 

A palavra é escovação. Na verdade é escovação, fio dental e disciplina na hora da higiene da sua boca, não é preciso muito para ter a saúde bucal em dia.

 

O tártaro nos dentes vem de um processo que podemos dizer que é até um pouco lento. Por isso, nada de desculpas para se ter hein? Já explicamos lá em cima que pequenas atitudes podem ajudar na prevenção.

 

Mas antes de sair loucamente escovando os dentes (o que não é má ideia, mas calma aí) é preciso que se entenda o que é o tártaro nos dentes, como ele surge e como ele deve ser tratado.

 

Continua com a gente, que depois desse artigo, sua atenção a saúde bucal nunca mais será a mesma.

 

A sua escova está realmente limpando seus dentes? Descubra aqui Higiene bucal: Como escolher a melhor escova de dente?

 

O que eu posso chamar de tártaro bucal?

 

Apesar de o tártaro ser bem comum, muitas pessoas tendem a confundi-lo com a placa bacteriana. Na verdade um é evolução do outro.

 

Quando você come, e tem o costume de não escovar os dentes ou possui uma escovação que deixa a desejar, restos de alimentos são acumulados entre seus dentes e a sua gengiva.

 

Essa primeira camada que não é tão dura e é mais fácil de remover, é chamada de placa bacteriana. Atenção, é aí onde tudo começa.

 

Se a sua escovação não é das boas e assim se passam dia após dia, a placa bacteriana facilmente se calcifica e se transforma no tártaro, simples assim.

 

Ou seja, é bem mais fácil remover uma placa bacteriana com uma boa escovação do que um tártaro já evoluído. Essa placa amarelada e dura que é o tártaro nos dentes, se não tratado devidamente pode causar manchas, formação de cáries, gengivite e mau hálito.

 

Quais são as causas do tártaro?

Tártaro nos dentes: o que é e como tratar o problema?

 

Tudo bem, falamos muito sobre a escovação inadequada mas entenda, essa é uma das maiores causas do tártaro nos dentes.

 

Mas além disso um outro motivo deve ser levado a sério para que o tártaro não chegue nem perto da sua boca.

 

A sua alimentação.

 

Você já entendeu que após a ingestão de alimentos ou bebidas, alguns resíduos podem permanecer na nossa boca certo?

 

Então imagina uma alimentação regada a açúcares e carboidratos? São esses tipos de alimentos que produzem ácidos que atacam a superfície dos dentes.

 

Pensa comigo, se você abre uma brecha para que a superfície dos seus dentes fique desprotegida, mais fácil fica o acúmulo de placa bacteriana e mais fácil ainda fica o desenvolvimento do tártaro nos dentes.

 

Ter uma alimentação é coisa séria, atente-se.

 

O verão veio com tudo, é hora de ficar atento a saúde da sua boca. Confira: 4 dicas importantes de cuidados com os dentes no verão

 

Quais são os tipos de tártaro nos dentes?

 

Existem dois tipos de tártaro:o supragengival e o subgengival.

 

Tártaro Supragengival – Neste caso, o acúmulo do tártaro ocorre acima da borda da gengiva.

 

Com isso é mais fácil de ser identificado e tratada, mesmo porque uma camada amarela escura se forma, sendo visualmente mais fácil de diagnosticar.

 

Tártaro Subgengival –  Já neste caso, o acúmulo do tártaro ocorre abaixo da borda da gengiva.

 

Sendo mais difícil a visualização do mesmo e impossibilitando a identificação visual. Em casos mais isolados, o tártaro pode ser visto pelos tecidos mais transparentes da gengiva.

 

A coloração desse tipo de tártaro é mais esverdeada ou um tom escuro quase negro, sua consistência também se difere do tártaro supragengival, pois neste caso ele é fortemente colado à superfície do dente.

 

Como é feito o diagnóstico do tártaro nos dentes?

 

De forma geral, o diagnóstico do tártaro é fácil. Mas apesar de ser possível a identificação visual, é preciso ir em um especialista para confirmar ou não a presença do tártaro.

 

Um cirurgião-dentista pode fazer o diagnóstico final, além de apontar a gravidade do tártaro e seu tipo:supragengival e subgengival.

 

Então se após ler esse artigo você tenha dúvidas se tem ou não tártaro nos dentes. Não corra para a frente do espelho, agende uma consulta com um especialista.

 

A temida cárie longe da sua boca, leia mais sobre a Cárie dental: 10 curiosidades que você precisa saber sobre a doença bucal

 

Como o tártaro nos dentes é removido?

Tártaro nos dentes: o que é e como tratar o problema?

 

Em alguns casos, uma boa escovação pode solucionar o problema, mas peraí, disse que em alguns casos, quando a placa que se formou não é tão rígida assim.

 

Mas isso você só vai saber indo ao dentista, só ele pode identificar qual o tipo de tártaro você possui e assim te direcionar sobre como deve agir.

 

Por outro lado, quando o tártaro já está em um estado mais avançado, ele só poderá ser removido com o auxílio de um odontologista utilizando dois meios: o de limpeza ou o de raspagem.

 

Voltando aos tipos de tártaro nos dentes, o supragengival é o mais fácil de ser removido, neste caso o dentista vai usar instrumentos manuais como extratores de tártaro, entre outros.

 

Já o subgengival requer atenção cuidado e muita técnica, pois o método será de raspagem abaixo da gengiva, o dentista provavelmente contará com a ajuda de um instrumento chamado cureta, que são como pequenas pás que fazem  a raspagem completa.

 

Quais as complicações?

 

O tártaro se não tratado pode causar variados tipos de problemas que podem agravar a saúde da sua boca. Como:

 

  • Cárie dental;
  • Gengivite;
  • Periodontite;
  • Perda dos dentes.

 

 

Saiba Quais são os alimentos que fazem mal para os dentes e gengivas?

 

Como posso prevenir o tártaro?

Tártaro nos dentes: o que é e como tratar o problema?

 

Escove, mas escove muito os seus dentes, isso você vai ouvir de qualquer dentista por aí. Uma escovação adequada é a melhor forma de prevenção contra o tártaro nos dentes.

 

Por isso escove os seus dentes no mínimo 3 vezes ao  dia, ou a cada vez que se alimentar. Além disso use constantemente o fio dental.

 

Dá pra perceber que uma boa escovação é o norte de tudo para que a saúde da sua boca fique sempre em dia.

 

E então esse artigo esclareceu as suas dúvidas? Acesse o www.redeodonto.com.br e agende agora mesmo uma consulta com a gente.

 

Não deixe de nos acompanhar também em nossas redes sociais e fique por dentro de dicas, artigos e muito mais!

 

assinatura Dr. Sorriso

 

 

Posts Relacionados

Saúde bucal: o que é mucocele e como evitar o seu ... Se você está aqui é porque certamente você se preocupa com a sua saúde bucal.   Você é o tipo de pessoa que está sempre atenta a qualquer t...
Higiene bucal: quais são os tipos de fio dental e ... A higiene bucal é essencial para manter a beleza do sorriso e, principalmente, a saúde de toda a boca. E uma ferramenta indispensável na tarefa de lim...
8 Dicas para Manter seu Sorriso Saudável no Invern... O inverno chegou e com ele todas as maravilhas que podem ser aproveitadas no frio. O que nem todos sabem é que alguns hábitos e doenças comuns da muda...
Aparelho Ortodôntico Autoligado: 6 benefícios para... No momento de iniciar um tratamento ortodôntico muitas dúvidas podem surgir. Entre elas, qual é o tipo de aparelho ideal para o seu caso. Será que é o...

Deixe uma resposta